Capela Nossa Senhora do Carmo, em Santa Bárbara D’Oeste, é construída em estrutura metálica e entregue em 60 dias

Gostou? compartilhe!

Capela Nossa Senhora do Carmo, em Santa Bárbara D’Oeste, é construída em estrutura metálica e entregue em 60 dias

Capela Nossa Senhora do Carmo, em Santa Bárbara D’Oeste, é construída em estrutura metálica e entregue em 60 dias

A estrutura metálica vem ganhando mercado e confiança no Brasil por sua praticidade, versatilidade e agilidade na execução das obras. Com projeto assinado pelo arquiteto Paulo Cham, a capela Nossa Senhora do Carmo, pertencente a Paróquia Imaculada Conceição, em Santa Barbara D’Oeste, no interior de São Paulo, teve sua estrutura metálica fabricada e montada em apenas 60 dias, tempo bem inferior se fosse utilizado o concreto tradicional.

Por se tratar de uma obra complexa, cheia de nuances e que poderia levar meses ou anos para ser entregue aos fiéis e frequentadores da igreja, a direção da paróquia e o arquiteto responsável decidiram pela estrutura metálica, após conhecerem seus benefícios. Construída em uma área relativamente pequena, de 200 metros quadrados, a capela tem 31 metros de altura – do chão ao topo da cruz -, tornando-se uma referência na região onde está localizada.

Com inclinação de 70 graus, a execução da obra exigiu cuidados e um processo construtivo complexo, combinando com o concreto em sua sustentação na infraestrutura. Além do peso da própria estrutura, com cerca de 34 toneladas de aço, havia a necessidade de utilização de procedimentos seguros para a execução de uma cobertura de cerca de 600 metros quadrados nesta inclinação. Um trabalho complexo e diferente de uma obra tradicional, onde o montador fica em uma superfície praticamente plana.

Executada pela Sancometal, a obra encontrou grandes desafios ao longo do processo, como ressalta Felipe Sanson, sócio da empresa. Segundo ele, pela altura da capela, toda fase de pré-montagem teve que ser realizada em solo, uma vez que cada peça media de 13 a 20 metros de comprimento, superior ao tamanho das carretas. “Em alguns momentos da montagem, utilizamos dois guindastes 24 horas por dia para içar todas as peças, como se fosse um castelo de cartas, e dar forma final a capela”, conta ele.

Para seguir a concepção do projeto e atender as especificações de cálculos estruturais, 90% da estrutura recebeu solda durante a montagem na obra, outra dificuldade superada com sucesso, uma vez que este trabalho exige profissionais altamente capacitados e treinados. “A solda foi importante para receber e suportar todo o peso próprio e sobrecargas adicionais, como ações de vento, em atendimento a concepção do projeto estrutural”, explica Sanson.

Para a colocação das telhas termo acústicas na cobertura inclinada, utilizadas para fazer o isolamento do calor e de som, a Sancometal também fez uso de guindastes e plataformas elevatórias, que garante maior segurança aos funcionários.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp SANCOMETAL CONSTRUÇÕES METÁLICAS LTDA.